Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

ASN RN 08/07/22 às 17:20 Atualização 08/07/22 às 20:12
Compartilhe

Encontros de negócios atraem empresas para o setor de óleo e gás do RN

Por Redação
ASN RN 08/07/22 às 17:20 Atualização 08/07/22 às 20:12
Compartilhe
Empresário Guilherme Cunha (Fotos: Luciano Lelys)

Mossoró – O novo ciclo da exploração e produção de petróleo e gás em terra no Rio Grande do Norte, caracterizado pela reativação dos chamados poços maduros, gera perspectivas otimistas para micro e pequenas empresas que atuam no setor. O cenário de novas oportunidades já atrai empreendimentos de várias partes do Brasil, que enxergam no onshore potiguar a possibilidade de crescimento a partir da geração de negócios. É o que revelam os resultados do Petro Suplly Meet, encontros de negócios realizados pelo Sebrae Rio Grande do Norte na programação do Mossoró Oil & Gas Expo 2022, evento que mobilizou a cadeia produtiva do petróleo e gás, de terça-feira (5) até a quinta-feira (7), no Expocenter, em Mossoró. Ao todo foram realizadas 89 reuniões entre sete empresas compradoras e 38 fornecedores de bens e serviços.

O empresário Guilherme Cunha, sócio na empresa Jevin, veio de Macaé (RJ) para participar do Petro Supply Meet. O empresário carioca conta que já fornece equipamentos de telecomunicação para a indústria offshore (produção de petróleo e gás em mar) da Bacia de Campos e enxergou na reativação dos campos maduros pelas operadoras independentes, a oportunidade de atuar também no onshore. “Estou muito otimista com esse novo momento, e as expectativas são as melhores em termos de negócios. É uma área nova que estamos tentando atuar e os encontros de negócios dos quais participamos revelaram possibilidades muito concretas de passarmos a atuar no onshore, nesse novo momento vivido a partir da operação das empresas privadas”, detalha.

Segundo o gerente comercial da GonPetro, empresa fornecedora de insumos industriais, Marcos Pradella, os encontros de negócios foram determinantes no sentido de expor o leque de oportunidades do setor para no Rio Grande do Norte e Região Nordeste. Otimista, Pradella já pensa no crescimento da empresa a partir das possibilidades de novas parcerias na região.

Marcos Pradella negociando

“É um novo campo. A possibilidade de negócios aqui é muito interessante e ficou evidenciada nos encontros de negócios que tivemos. Percebemos que pode, sim, ser importante para o crescimento da empresa, faturamento e dos negócios como um todo. Acredito neste polo, com a entrada dessas empresas privadas. Entendemos que a vinda delas surgirá necessidade de todo tipo de equipamento e isso é muito importante para o desenvolvimento da região”, destaca Pradella.

Alcides Seabra

Para o gestor estadual do projeto de Petróleo e Gás do Sebrae RN, Robson Matos, ao aproximar grandes operadoras e empresas fornecedoras, o Petro Suplly Meet cumpre papel decisivo na geração de novas oportunidades de negócios na cadeia produtiva do onshore potiguar.

“Precisamos aproveitar esse momento de retomada do onshore para inserir as micro e pequenas empresas, de modo que novos negócios sejam gerados e toda a cadeia produtiva seja fortalecida. Nesse sentido, os encontros de negócios se tornam fundamentais, porque aproximam as grandes compradoras das empresas fornecedoras, gerando oportunidades concretas de negócios”, avalia.

A qualificação das empresas participantes é apontada como um dos diferenciais do Petro Supply Meet. De acordo com a metodologia do evento, no ato da inscrição, foram exigidos atestados de capacidade técnica, de modo a comprovar a aptidão em fornecer o produto ou serviço. O coordenador de Contratos e Compras da operadora PetroReconcavo, Alcides Seabra, elogiou a iniciativa e reconheceu, nas empresas participantes, elevado potencial de aproveitamento para futuras parcerias.

Marcos Pradella

“Percebemos os empresários muito focados e qualificados para atender várias de nossas demandas. Estamos sempre buscando novas parcerias e o evento apontou muitas possibilidades concretas, pois apresentou fornecedores com muito potencial. Um evento, realmente, muito positivo”, elogia o coordenador do PetroReconcavo, uma das principais operadoras independentes com foco em campos maduros em terra no Brasil.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF
Aviso de Cookies

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.