Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

 Correspondente bancário instalado no Sebrae passa a avaliar e conceder crédito do Pronampe (Fotos: Agência Sebrae)
ASN RN 27/07/22 às 14:46 Atualização 27/07/22 às 14:54
Compartilhe

Atendimento do BB no Sebrae libera recursos do Pronampe para microempresas

Por Redação
ASN RN 27/07/22 às 14:46 Atualização 27/07/22 às 14:54
Compartilhe

Natal – Há apenas 10 meses em funcionamento na Agência Sebrae Grande Natal, a plataforma de atendimento do Banco do Brasil realizou nesta semana a primeira concessão de capital de giro do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte – Pronampe, da 3ª fase do programa do Ministério da Economia, nas instalações do Sebrae. O contrato foi assinado pela contadora Tereza Júlia Pereira Pinto, da Ascont – Assessoria e Consultoria Contábil Ltda. – ME e pela superintendente do Banco do Brasil no RN, Priscila Requejo. A assinatura do contrato contou com a presença do diretor de Operações do Sebrae-RN, Marcelo Toscano, o gerente da Agência Sebrae Grande Natal, Thales Medeiros, a representante do Correspondente Bancário do Banco do Brasil, Andréa Caraú, e Leonardo Dantas, funcionário do Banco do Brasil.

Para a superintendente do Banco do Brasil no RN, Priscila Requejo, a parceria com o Sebrae a presença do BB na sede da instituição, em Natal, está sendo importante para todos, na medida em que o cliente também tem acesso aos serviços financeiros do banco quando atendido pelo Sebrae. Priscila lembra que o Pronampe é destinado às microempresas e empresas de pequeno porte com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, estando constituídas há mais de um ano e que comprovem situação de regularidade junto à Seguridade Social.

Tereza Pinto assinou o contrato para liberar os recursos no correspondente bancário BB instalado no Sebrae

“É um programa bastante atrativo para esse público de pequenos negócios. Possui limite de 30% da receita bruta anual de 2021, teto no valor de R$ 150 mil por empresa tomadora, taxa de juros anual de 6% mais Selic e 48 meses para pagamento, incluindo uma carência de 11 meses”, destaca Priscila, lembrando que não há exigências de garantias adicionais, além do aval dos sócios e da própria garantia do FGO que é uma característica da linha de crédito.

“Estamos bastante satisfeitos em ter essa operação iniciada aqui na plataforma de atendimento dentro do Sebrae, comprovando que, de fato, é uma parceria importante para facilitar o acesso ao crédito dos pequenos empresários”, atesta ela, acrescentando que essas parcerias são de fundamental importância para o fomento às pequenas empresas de toda a região.

Nos anos anteriores foram liberados pelo Banco do Brasil recursos da ordem de R$ 95 milhões (2020) e R$ 170 milhões (2021) para todo o Rio Grande do Norte. “O crédito do Pronampe pode ser contratado em qualquer agência do Banco do Brasil na capital e no interior do estado, assim como em todo o País, além dos canais digitais. “Aqui no RN, oferecemos a possibilidade das empresas serem atendidas nas instalações do Sebrae em Natal para os clientes que rotineiramente já frequentam a sede”, conclui a superintendente do BB no RN.

Há 10 anos no mercado, a empresária Tereza Júlia Pereira Pinto, da Ascont – Assessoria e Consultoria Contábil Ltda. – ME, afirma que o atendimento na sede do Sebrae foi bastante facilitado, sobretudo na parte da atualização de cadastro e documentação, após autorizar o acesso do BB aos dados da empresa pelo portal e-CAC da Receita Federal. “Muito mais do que ir diretamente à uma agência bancária. Essas facilidades me proporcionaram maior agilidade e consegui aprovação bem mais rápido”, comemora Tereza.

Em relação aos benefícios, Tereza Júlia, destacou como principal, a carência dos 11 meses porque, segundo ela, dependendo em que o tomador do crédito vai investir, ele pode até ganhar dinheiro nesses 11 meses. “Neste período, a pessoa pode alavancar o investimento adquirido”, afirma Tereza.
A contadora Tereza Júlia afirma que já havia pleiteado recursos na primeira fase do Pronampe, mas não obteve êxito. Nesta 3ª fase do programa, que iniciou na última segunda-feira, Tereza Pinto conseguiu o crédito para capital de giro.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF
Aviso de Cookies

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.